Translate

domingo, 2 de julho de 2017

R.I.P. Emos e coloridos #DEIXANDOSAUDADES

      


     Calma, calma... explico. Por mais ridículo e odiável que essas coisas eram na visão e opinião de muitos, hoje vejo que não era bem assim. Não era uma coisa que eu particularmente gostava, pois, eu não fazia parte do publico alvo. Porém os coloridos nada mais eram que uma iniciação à crianças ao Rock 'n roll. Nenhum problema quanto a isso, pois era ótimo, afinal isso as levavam a conhecer outras coisas.Porém só era nocivo se fosse curtido apenas na febre da modinha, como 99% dos brasileiros fazem. Sério, as pessoas não gostam de absolutamente nada, gostam do que é moda.
      
Exemplos: 

Quem não se lembra do pagode dos anos 90? Só dava os toscos com óculos na testa, cabelo amarelo em cada esquina.



















Ou os sertanejos dor-de-corno na mesma época? 














Ou o axé, que os grupos tinham "Samba" no nome, que de Samba não tinham nada e a gente chamava de os rebola jaca?
























E o forró universitário, quem lembra? 

























Ou o Hip Hop, que as pessoas chamavam de black? "Eu curto black". Dilemma - Óoooh



    











     Isso sem falar nos músicos que todo mundo passa a gostar depois que morre, como o Chorão, Michael Jackson entre outros.
     E o mesmo foi com a Formula 1, Boxe, o MMA, são coisas que pouquíssimos se importam hoje em dia.

     E finalmente chegamos no derradeiro inferno da moda de hoje, o sertanejo universitário e o funk...

     Deus queira que isso passe como tudo isso passou, se bem que o funk durou e se renovou, piorou com o tempo melhor dizendo. Começou com o Bonde do Tigrão, depois veio a febre da Furacão 2000, que as letras eram mais ou menos como eram hoje, se bem que tinham versões politicamente corretas e incorretas. Aí veio a Lacraia, o Créu, as mulheres fruta ai veio parapapapapapapá, graças ao filme Tropa de Elite. E foi piorando, piorando e chegamos em... "meu pau te ama". (E eu achando que o taca taca e malandramente eram ruins)

     Que desgosto que era ver crianças cantando esta merda. Tá certo que tinha uma versão censurada mas... Não, não é legal.
     E a relevância musical era tão grande que... CADÊ?? Graças a Deus.

     "Ah mas é criança é bonitinho, não tem problema". BONITINHO??? Bonitinho é o cacete, crianças não têm que estarem expostas a esse tipo de porcaria.
     Temos de preservar a inocência delas e não sexualizá-las. Será que as pessoas entendem o quão sério isso é??? 

     Criança tem que ver o Patati Patatá, a Dora aventureira, Castelo Ra Tim Bum, e etc. Existe uma série de conteúdos alternativos para não se expor esse tipo de coisa a uma criança.
     Sem contar vê-las cantando musicas de conteúdo (que nem sequer elas entendem o que quer dizer) adulto na TV É extremamente lamentável. Mas não... É Bonitiiiinho.
      
      Pois é, os coloridos vendo por outro lado hoje, eram uma coisa boa. Como o próprio Carlos Eduardo Miranda disse uma vez: "O que tinha antes? Balão Mágico? Trem da Alegria?". O Restart era uma boa maneira da molecada começar a ouvir rock por si só.

      Há crianças abençoadas com uma boa educação musical, que tem pais que ouvem ou ouviam os Beatles, os Stones e clássico do Hard Rock.

      Eu por exemplo, passei a ter meu gosto próprio quando conheci os Gorillaz, achava interessante o fato de desenhos animados cantarem. É, eu gostava de desenho e ainda gosto... Aliás foi ainda antes, com aquelas coletâneas de estilos musicais, que se ganhava abastecendo o carro no posto Esso e por causa de um CD de rock em particular eu comecei a desenvolver meu próprio gosto.

Se eu dependesse do gosto dos meus pais eu ia ouvir forró ou sertanejo.

      Mas analisando, o Restart, Cine, Fresno, Nx Zero, Replace, Hevo84, até o Fiuk, eram ruins? Na verdade eram, mas ainda haviam representantes do gênero no Mainstream.
      O que temos de Rock 'n Roll na mídia hoje em dia? Superstar? Que as bandas somem na mesma velocidade que vencedores de Idolos ou The Voice?


      A novela Rockstory? Que tocava Queen na abertura?

      Vocês podem até dizer: "Ah mas o rock nunca vai morrer, por que tem um monte de banda boa por aí e blá blá blá...". Eu não concordo, pelo menos infelizmente enquanto a mídia ditar a tendencia do que é bom ou ruim, te dizendo o que você tem que gostar, ou seja, pensar por você, não só o rock 'n roll como a boa musica em geral vai morrer, e claro, sua capacidade de pensar por si só e ter uma opinião embasada sem manipulações de terceiros.

     Vocês jaá ouviram falar do minuto de ódio no livro 1984? Se bem que a historia da humanidade se resume nesta obra de George Orwell.

     Pois bem meus amigos, a coisa ta feia, e do jeito que as coisas vão a tendencia é piorar

#R.I.P. ROCK 'N ROLL E BOM GOSTO.



sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Musica: Tão Perto e Tão Longe

                                Fonte Imagem: Pixabay.com

Eu sei que o dia dos pais já passou e todos o pais já receberam as devidas homenagens, porém, gostaria de trazer de volta o tema para apresentar a vocês neste post uma musica de minha autoria, chamada  "Tão Perto e Tão Longe", feita em 2011, ano em que conheci minha digníssima esposa.
Tanto o vídeo quanto imagens são de sua autoria, contando com um compilado de gravações de nossa filha ao longo de seus 2 aninhos e fotos de família.
Curtam aí:


Visitem o Canal:

Andy Joe

sábado, 20 de agosto de 2016

Dica do Fim de Semana: Green Day - Bang Bang


Ao Contrário dos Chilli Peppers, O Green Day não me decepcionou. Desde os últimos lançamentos, a trilogia "Uno, Dos, Tré", a banda deu uma pausa nas atividades e agora voltou com tudo.
A música Bang Bang traz uma sonoridade bastante característica, com uma pegada que lembra "St. Jimmy" e letra sarcástica.
O disco Revolution Radio será lançado no dia 7 de Outubro com alta expectativa, acredito que esse poderemos ouvir sem susto.

Abaixo o video clipe com letra, vale a pena Conferir:


sexta-feira, 20 de maio de 2016

Opinião: Red Hot Chili Peppers - Dark Necessities

     

      Há algumas semanas, o Red Hot Chili Peppers lançou o primeiro single do novo álbum chamado The Getaway, que será lançado no próximo mês.
      A Faixa Dark Necessities, confesso eu, um fã declarado do trabalho dos Chili Peppers, do primeiro disco, passando por Blood Sugar Sex Magik e Californication até os dias atuais (Porém, o Mother's Milk é de longe meu disco favorito), me causou uma certa "estranheza", trazendo um som novo, beirando o experimental.
      De início é irreconhecível a banda que está por trás da obra, se você ouvir sem saber quem é, mas, ao entrar aquela linha de baixo bastante característica e a voz inconfundível de Anthony Kiedis aí torna-se algo do RHCP.
      Ainda estou em dúvida se gostei ou não da musica, com isso, o medo de não gostar do novo disco me veio à cabeça. Acho extremamente válido eles terem inovado no som, reinventando-se para manter sua musica relevante com o passar dos anos, mas, acho que foi muito longe do que eu podia imaginar ser feito por eles, ou há também uma grande possibilidade de eu estar ficando velho e chato que só gosta das coisas mais antigas (rs)
      Mas então, o quê esperar deste novo disco? seguirão esta linha, um tipo de viagem melancólica, porém agradável ou isso será um resquício daquele som diferentão que costumavam fazer, no melhor estilo "I'm Freaky Styley And I'm Proud"?

Confira a musica abaixo e tire suas conclusões:


O album será lançado no dia 17 de Junho, Vamos aguardar e conferir.



sábado, 23 de abril de 2016

OUÇA AÍ: MAXIMUM THE HORMONE




      Há poucos meses através de um canal no Youtube conheci Maximum The Hormone (ou MTH), uma banda de Metal japonesa (jura que são japoneses?) conhecida pela enorme versatilidade de gêneros no seu som.
      Obtiveram destaque em meio a cultura pop após ter duas músicas do álbum de 2007 Buiikikaesu!! no anime Death Note e outra homônima ao anime Akagi, como tema de encerramento. As  músicas em Death Note foram What's Up People? e Zetsubou Billy, como 2° abertura e encerramento do anime respectivamente.
     A banda tem na bagagem 7 álbuns entre albuns estúdio e EP's. O mais recente é Yoshu Fukushu de 2013, que traz uma sonoridade tão pesada e dissonante quanto seu antecessor.

A Banda é formada por:

  • Daisuke-Han - Vocal Gutural e Rap
  • Maximum The Ryo - Guitarra e Vocal Melódico
  • Nao - Bateria e Vocal Feminino
  • Ue-Chan- Baixo e Backing Vocal

A música que indico hoje é Buiikikaesu, Prepare-se e Ouça Aí:



Clique aqui,  para acessar o site da banda.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Rockabye Baby!INCENTIVO DESDE O ÚTERO

VOCÊ CONHECE O Rockabye Baby!?É UM SITE http://www.rockabyebabymusic.com/home  DIVERTIDO QUE DISPONIBILIZA MUSICAS DE ROCK PARA BEBÊS!...QUEM CURTE ROCK E TEM UM PEQUENO EM CASA VAI ADORAR! 


Emoticon smile

NO YOUTUBE HA DISPONÍVEL ALGUNS ÁUDIOS.

QUANDO SOUBE QUE IRIA SER PAI,BAIXEI A PLAYLIST DA SOFIA TAMBÉM.

AJUDA A TRANQUILIZAR A CRIANÇA E UM BOM INCENTIVO MUSICAL!



Dominus Vobiscum (Saga Arddhu)-Completo Novamente

NO ANO DE 2014 A AUTORA JOANA D'ARC https://www.facebook.com/joana.darc.374?fref=ts, PUBLICOU O LIVRO "ARDDHU E A MALDIÇÃO DAS SCARLETT" E NO ANO SEGUINTE A SEQUÊNCIA "ARDDHU E O MISTÉRIO DA LUA".



A BANDA DOMINUS VOBISCUM (SAGA ARDDHU) TEM COMO VOCALISTA MIKE,QUE É NAMORADO DE AMANDA,UMA SUICIDA.A LETRA "COMPLETO NOVAMENTE" SURGIU DE UM TRECHO CITADO NO LIVRO PELA PERSONAGEM,QUE ALÉM DE NAMORADA,ERA A COMPOSITORA DAS MÚSICAS DA BANDA.
A HISTÓRIA É MUITO INTERESSANTE,CHEIA DE MISTÉRIOS E PERFEITO PARA QUEM GOSTA DO SOBRENATURAL.
E POR ISSO,NÃO PODIAMOS DEIXAR DE FAZER ESTA PARCERIA,QUE PARTICULARMENTE,FICOU PERFEITA!


LETRA: JOANA D'ARC E ANDY JOE 
INSTRUMENTOS E VOZ: ANDY JOE
https://www.facebook.com/profile.php?id=100006392927846&fref=ts


NO VÍDEO QUE DIVULGO NOSSA PARCERIA COM IMAGENS DO FILME Christiane F.
 https://pt.wikipedia.org/wiki/Christiane_F._%E2%80%93_Wir_Kinder_vom_Bahnhof_Zoo_(filme)


SEGUE O VÍDEO QUE FIZ RECENTEMENTE,ONDE FOI GRAVADO EM ESTÚDIO. PARA DIVULGAR A MÚSICA E O LINK DA PRIMEIRA VERSÃO NO CANAL DA ESCRITO  JOANA D'ARC

https://youtu.be/wEvdzUhT1Z8